DE TUDO VAI ROLAR

Dicas para curtir BH gastando (quase) nada! (By Ney Mourão) Siga o instagram: blogdetudovairolar – Aos Sábados, às 10h, 14h, 16h e 18h, dicas nacionais, pela RÁDIO 107 Ativa na Web (Baixe o aplicativo na Play Store ou ouça em https://www.radios.com.br/aovivo/107-ativa/65889)

Na segunda-feira, vai rolar Ato de Violência, no Palácio das Artes

Vai rolar muito sangue no Palácio das Artes, na segunda-feira! Mais precisamente, esquartejamento, porque já que é pra ter violência, a coisa tem que ser no talo da tensão!

Calma! O blog é do bem! Sossega seus instintos esquisitos, porque estamos falando de… cinema! Sangue, assassinato, selvageria. A 17ª edição do Curta Circuito – Mostra de Cinema Permanente  apresenta, de março a junho, no Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes, oito longas nacionais que têm histórias de violência como fio condutor principal.

ato de violencia
Estreando a sanguinária programação, está o filme Ato de Violência (1980) – que retrata a história verídica do serial killer Chico Picadinho –  dirigido por Eduardo Escorel, um dos grandes nomes no cinema brasileiro. O longa foi baseado no caso do assassino em série brasileiro que esquartejou 2 mulheres, em 1966 e 1976, e que tomou conta das páginas de jornais e revistas da época. Hoje, beirando os 80 anos de idade, ele segue cumprindo pena em um hospital psiquiátrico no interior paulista.

Para preparar o longa, Eduardo Escorel passou três anos estudando o caso de Chico Picadinho, lendo artigos de jornal e documentos do processo, principalmente o dossiê médico-judiciário que tentava elucidar a personalidade complexa do criminoso. O repórter Percival de Souza, que cobriu os crimes na época e fez uma entrevista exclusiva com o assassino, também colaborou no roteiro, que é assinado por Escorel em parceria de Roberto Machado.

O filme foi premiado em cinco categorias no Festival de Brasília, incluindo melhor direção e roteiro.

A sessão acontece na segunda-feira, dia 5 de março, às 20h, no Cine Humberto Mauro, seguida de bate-papo com o  diretor e com o ator principal do filme, Nuno Leal Maia. A entrada é franca, com distribuição de ingressos na bilheteria do cinema 30 minutos antes da exibição.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 15 15America/Sao_Paulo março 15America/Sao_Paulo 2018 por em Cinema e marcado , , , .
%d blogueiros gostam disto: