DE TUDO VAI ROLAR

Viver e Curtir a cidade, gastando pouco ou quase nada! (By Ney Mourão) Siga o instagram: blogdetudovairolar – Aos Sábados, às 10h, 14h, 16h e 18h, dicas nacionais, pela RÁDIO 107 Ativa na Web (Baixe o aplicativo na Play Store ou ouça em https://www.radios.com.br/aovivo/107-ativa/65889)

Brasil e Chile se unem, em evento musical da melhor qualidade

Os Centros Culturais Bairro das Indústrias (R. dos Industriários, 265 – Das Indústrias I) e Vila Santa Rita (R. Ana Rafael dos Santos, 149 – Vila Santa Rita) recebem, nos  dias 8, 9 e 11 de setembro, o “Transatlântico”, um evento musical com oficinas e apresentações das orquestras Jovem da Vallourec (Brasil) e do Ensamble Transatlántico de Folk Chileno (Chile). O objetivo é fomentar a formação artística e o intercâmbio entre artistas locais e grupos internacionais. As ações têm entrada gratuita.

As oficinas práticas acontecem nos dias 8 e 9, sexta e sábado, das 14h às 17h, no Centro Cultural Bairro das Indústrias e serão coordenadas pelo grupo chileno. A ideia é fazer um intercâmbio com os músicos da Orquestra Jovem da Vallourec, ensinando aos brasileiros um pouco sobre a música folclórica chilena. A oficina tem vagas limitadas para o público geral. Os interessados podem se inscrever pelo e-mail: ccbdi.fmc@pbh.gov.br. Já as apresentações acontecem no dia 8, sexta-feira, às 19h, no Centro Cultural Bairro das Indústrias; e no dia 11, segunda-feira, também às 19h, no Centro Cultural Vila Santa Rita.

ensamble transatlanticoO Ensamble Transatlántico de Folk Chileno foi criado em 2012 por Ernesto Calderón e Gianela Machuca. O grupo dedica-se à interpretação de composições originais com base em ritmos tradicionais do Chile. A partir de 2013, o grupo começou seu processo de expansão internacional, com turnês pela Europa (Escócia, Inglaterra, Bélgica, Espanha, República Tcheca, Alemanha, Dinamarca e Suécia), além de apresentações nos Estados Unidos e na Índia. O repertório original, escrito pelos membros do Ensamble, engloba estilos muito diversos, tais como cueca, huayno, os ritmos de herança de Rapa Nui, o canto mapuche e até mesmo música de ascendência africana, muito conhecidos no Chile. O grupo já lançou um DVD “Ao Vivo” (2013) e o álbum “Volume I”, com apoio do Fondo de la Música 2015. A turnê no Brasil tem o apoio cultural do Edital Ibermusicas.

A Orquestra Jovem Vallourec originou-se dentro do Projeto Música nas Escolas, idealizado e produzido pela Imago Mundi Cultural, que tem a frente José Roberto Alvarenga e José Roberto Lages e é viabilizado pela Vallourec. Há 12 anos, o projeto incentiva e investe na formação musical de crianças e adolescentes, de oito a 20 anos, estudantes de escolas públicas, moradores da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Por meio de concertos didáticos e cursos de formação musical, eles têm acesso à história de grandes compositores da música erudita e popular, têm aulas de teoria musical, história da música e apreciação musical.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: