DE TUDO VAI ROLAR

Viver e Curtir a cidade, gastando pouco ou quase nada! (By Ney Mourão) Siga o instagram: blogdetudovairolar – Aos Sábados, às 10h, 14h, 16h e 18h, dicas nacionais, pela RÁDIO 107 Ativa na Web (Baixe o aplicativo na Play Store ou ouça em https://www.radios.com.br/aovivo/107-ativa/65889)

Envelhecer: momento complexo e repleto de inquietações é o tema de mostra de filmes no Sesc

envelhecerAté o dia 26/04, sempre às 15h, o Sesc Tupinambás (Rua Tupinambás, 908, Centro) apresenta a mostra de filmes “A Sutileza da Experiência”, enfocando a experiência de envelhecer e as sutilezas apreendidas durante a vida que resignificam a existência.

As obras fomentam as discussões sobre a inerência de envelhecer. “Girimunho”, filme mineiro de Helvécio Marins e Clarissa Campolina, é um bonito registro sobre vida, morte, lembranças e transformação. “O fim e o princípio” de Eduardo Coutinho, nos oferece a experiência do mestre documentarista por meio de um olhar sutil e sensível para personagens do sertão da Paraíba, que nos contam suas histórias marcantes.

Programação:  

12/4 : O artista e a modelo
Fernando Trueba | Espanha | 2012 | 105min | Classificação 14 anos

Marc Cros, um escultor idoso, vive com sua esposa Lea, no sul da França, a salvo da guerra que se trava a distância. Ele parece estar chegando ao fim de sua vida e da sua arte. Um dia sua esposa dá abrigo a uma bela jovem espanhola, fugida da guerra de seu país, chamada Mercé. Marc logo entende que a garota que concorda em posar para ele, inspira-o e ele não tem escolha a não ser embarcar nesta última artística (e sensual) aventura…

19/4 : Girimunho
Clarissa Campolina, Helvécio Marins | Brasil | 2013 | 90min | Classificação 12 anos

No sertão mineiro, onde o tempo parece andar ao ritmo do rio, duas senhoras acompanham o girar do redemoinho.

26/4 : O fim e o princípio
Eduardo Coutinho | Brasil | 2005 | 110min | Classificação 12 anos

Sem pesquisa prévia, sem personagens, locações nem temas definidos, uma equipe de cinema chega ao sertão da Paraíba em busca de pessoas que tenham histórias para contar. No município de São João do Rio do Peixe a equipe descobre o Sítio Araçás, uma comunidade rural onde vivem 86 famílias, a maioria ligada por laços de parentesco. Graças à mediação de uma jovem de Araçás, os moradores – na maioria idosos – contam sua vida, marcada pelo catolicismo popular, pela hierarquia, pelo senso de família e de honra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 10 10America/Sao_Paulo abril 10America/Sao_Paulo 2017 por em Cinema.
%d blogueiros gostam disto: